Sonhei

A primeira vez que eu te vi...
Foi só de relance, nem contigo eu falei.
Foi só em um aceno que te visualizei.
Mas eu já sabia que meu mundo seria seu.
Eu sabia que não havia como voltar atrás.
Você era o que o céu me prometeu.

A primeira vez que eu te vi...
Foi só por um instante,
Nem um beijo foi sentido,
Mas fiquei cheio de esperança,
Fiquei da cor do seu vestido.
Eu sabia que tudo dali pra frente
Seria uma conspiração pra juntar a gente.

A primeira vez que eu te vi...
Foi só um flash diante de meus olhos.
Mas eu já sabia que estava cego pra sempre.
Eu sabia que o verde, o jambo e o brilho
Dos seus olhos seriam as cores
Que eu continuaria a ver.

A segunda vez que eu te vi...
Senti o que é ter um coração.
Eu sabia que você era o que eu queria.
Tinha certeza de estar te amando,
Foi maravilhoso sentir aquele dia,
Foi lindo sentir você.
O coração bateu a mil e no peito explodiu.

A segunda vez que eu te vi...
Vi a paixão chegar a meu coração.
Quando você me tocou, senti o amor encontrar.
Quando te vi... Meu coração pequeno se abriu,
Meu sonho iria se realizar.

A terceira vez que eu te vi...
Eu estava em terceiro lugar,
E quando chegou a minha vez,
Começou a complicar.
Você queria um descanso pro seu coração,
E eu queria te raptar, só pra te ter.
Só pra beijar seus olhos e olhar tua boca.
Arrisquei na rima e me perdi no verso.
Justamente quando eu achei que havia te prendido,
Eu havia te perdido.

A terceira vez que eu te vi...
Vi você olhando em outra direção.
Meus sonhos ficaram cada vez mais limitados.
Sem você ficou difícil!
Mesmo que meu coração bata forte e alto
Ainda não posso senti-lo e nem ouvi-lo.

Uma vez eu tive um sonho...
Sonhei que a felicidade e o amor eram plenos
E seriam suficientes pra nós dois.
Uma vez eu tive um sonho...
Que pena que eu acordei!

Por: Silvon Alves Guimarães
http://www.silvonguimaraes.blogspot.com/


Comentários

  1. Meu amigo, meu poeta, cada dia vc me surpreende com o seu jeito de falar de uma coisa chamada coraçao. Nao tenho o seu dom,e nem a sua sensibilidade, mas tenho algo especial. Tenho sua amizade e continue assim escrevendo, pois com suas poesias consegue mostrar que é possivel sonhar e amar...............

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Valeu! Sua presença é Bem Vinda!

Postagens mais visitadas deste blog

Propostas de Exercícios do livro "O Cortiço".

ARANHA, Maria Lúcia de Arruda. Filosofia da Educação. São Paulo: Moderna, 1996. pp. 14-76. (Fichamento e Resenha)

LUCKESI, Cipriano Carlos. Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez, 1990. (Fichamento e Resenha)