Cartas Chilenas - Carta 5ª


Na 5ª carta, Critilo, conta as desordens feitas nas festas, caras festas, que são um claro desperdício de dinheiro público. Em tais festas, todos os lacaios de Fanfarrão e pessoas ligadas ao poder público têm participação. O desperdício de recursos com festas que além de onerosas, só servem para satisfazer os desejos de Minésio, faz com que Critilo teça uma interessante comparação entre o infame governante e o imperador Romano do passado:

Quem pode, Doroteu, zombar, contente

Do César dos Romanos, que gastava

As horas, em caçar imundas moscas?

Apenas isto lemos, o discurso

Se aflige, na certeza de que um César,

De espíritos tão baixos, não podia

Obrar um fato bom, no seu governo.

(Cartas Chilenas, p. 38)
Um César de espírito baixo, que gasta seu tempo a caçar moscas! Com essas palavras Critilo deixa bem claro seu total desacordo com o estilo ostentoso de vida que o governante leva. Além de tudo, existe o total desrespeito às tradições da igreja. Minésio não respeita nem a autoridade do idoso bispo da cidade. Que tempos são esses?! Esse clamor ecoa entre as vozes dos oprimidos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Propostas de Exercícios do livro "O Cortiço".

ARANHA, Maria Lúcia de Arruda. Filosofia da Educação. São Paulo: Moderna, 1996. pp. 14-76. (Fichamento e Resenha)

LUCKESI, Cipriano Carlos. Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez, 1990. (Fichamento e Resenha)